Revista de Estudos Criminais

Crise do pensamento filosófico ocidental e alteridade – um esboço

Ricardo Timm de Souza.

Resumo: O artigo apresenta uma proposta de compressão da história do pensamento ocidental a partir de três parâmetros referenciais articulados: uma noção de crise vivida com particularíssima intensidade na atualidade, mas já presente no desabrochar da racionalidade filosófica de origem grega; a existencialidade particular do Século XX, significando a tomada de consciência da precariedade do mundo, bem como a condução à relatividade crítica do sentido e suas heranças intelectuais; e a pesquisa de uma possível Weltanschauung ético-estética, definidora do futuro, provisoriamente denominada meta-racional, expressa como compreensão do significado do trauma da irrupção da alteridade no universo da razão hegemônica e de suas conseqüências em termos de sua metamorfose em razão ética.

Palavras-chave: Alteridade; racionalidade ética; crise civilizatória; totalidade; temporalidade.

v.8, n.28, p.45-58