Revista de Estudos Criminais

Apresentação

A Revista de Estudos Criminais (ISSN 1676-8698) é o resultado da conjunção de esforços no sentido da constituição de um periódico verdadeiramente comprometido com o desenvolvimento das ciências criminais, mediante o estabelecimento de um espaço de diálogo pautado pela excelência das contribuições nacionais e estrangeiras. Idealizada em 1998 pelos egressos do Programa de Pós-Graduação em Ciências da PUCRS que, então, fundaram o Instituto Transdisciplinar de Estudos Criminais (ITEC), a Revista de Estudos Criminais veio a público, com o seu primeiro volume, em 2001. Desde então, a revista jamais deixou de ser publicada. Pelo contrário, recebeu o apoio oficial do Programa de Pós-Graduação em Ciências Criminais da PUCRS e conta hoje com a parceria da Editora Síntese. O trabalho de constituição da revista, contudo, continua a desfrutar do espírito de solidariedade acadêmico, por meio do trabalho voluntário de professores e pesquisadores da pós-graduação, além dos mesmos ideais que iluminaram a sua criação. O resultado é um periódico que já conta com uma longa trajetória, marcada por contributos de inestimável valor oriundos de todo o país e de renomados centros de pesquisa ao redor do mundo. É, pois, um periódico que pretende servir ao desenvolvimento da ciência no Brasil e que está empenhado em o seu permanente aprimoramento.

Atualmente a Revista de Estudos Criminais conta com conceito Qualis/CAPES A1 (Quadriênio 2013-2016) e encontra-se indexada nos seguintes diretórios e bases de dados:

O Latindex é um sistema de informação sobre revistas de investigação científica, técnica, profissional, de divulgação científica e cultural, editadas nos países da América Latina, Caribe, Espanha e Portugal.

Sumários de Revistas Brasileiras é uma Base de Dados de periódicos científicos gerida pela Fundação de Pesquisas Científicas de Ribeirão Preto – Brasil.

Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras. Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia – Ministério da Ciência e Tecnologia – Brasil.